Física III

Instituto de Física, Universidade Federal do Rio de Janeiro

Critérios de Aprovação

O curso será composto de quatro provas (P1, P2, PF e SC) e quatro testes (T1, T2, T3 e T4).

(A) Os dois primeiros testes (T1 e T2) e a primeira prova (P1) definem a primeira nota parcial (N1), conforme: $$N1 := 0,10*NT1 + 0,90*P1.$$ onde $$NT1 := (T1 + T2)/2.$$. Analogamente, os dois últimos testes (T3 e T4) e a segunda prova (P2) definem a segunda nota parcial (N2), conforme: $$N2 := 0,10*NT2 + 0,90*P2.$$ onde $$NT2 := (T3 + T4)/2.$$. A média aritmética de tais notas parciais, arredondadas até uma casa decimal, define a média parcial (MP):

$$MP = (N1 + N2)/2.$$ Se

(B) Uma vez tendo realizado a prova final (PF), que versará sobre todo o conteúdo do curso, constrói-se a chamada média final (MF):

$$ MF = (MP + PF)/2. $$ Se - Não haverá teste de reposição. Se o aluno faltar a qualquer teste, a sua nota correspondente será zero.

- Se o aluno faltar a uma única das provas parciais (P1 ou P2), a prova final (PF) passa-lhe a ser obrigatória (por falta). Nesse caso, a PF substituirá a prova faltante, no procedimento acima descrito em (A). Se, com isso, ele não tiver sido nem aprovado, nem reprovado, passa-lhe a ser obrigatória, agora, a segunda chamada (SC). Nesse caso, ela substituirá a prova final, no procedimento descrito acima em (B).

- Se o aluno faltar a mais de uma das provas que lhe são obrigatórias, conforme descrito, ele será reprovado com nota final igual a zero.

Observações importantes:

2. Todas as avaliações serão disponibilizadas no ambiente virtual de aprendizagem (AVA), portanto o cadastro nele é obrigatóriodeve estar validado. Para instruções de acesso ao AVA, clique aqui.

3. Todas os testes e provas serão objetivos e terão formato sequencial, ou seja, o aluno não poderá retornar a uma questão anterior depois de avançar para a questão seguinte.


Presença

Não haverá cobrança de presença nem reprovação por frequência em 2020/1.